Escolha o idioma

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Festas Juninas - Riselda Morais

Eis que junho começou,
a sanfona vai soar,
com forró e arrasta pé,
nós vamos comemorar.

Ao santo casamenteiro,
vamos reverenciar,
com treze noites de reza,
para a moça se casar.

Se está desesperada,
e pretende colocar,
o santo de ponta-cabeça,
para um marido arrumar.

Santo Antonio avisou,
que aprendeu a nadar,
por isso não adianta,
na água lhe mergulhar.

Para despertar São João,
os fogos vamos soltar,
dançar a noite inteira,
comer e bebemorar.

A festa é muito animada,
é uma dança popular,
e durante a quadrilha,
as damas vão coroar.

Troca a dama e o cavalheiro,
todos vão se cumprimentar,
pegar o caminho da roça,
e um grande circulo formar.

E viva o apóstolo Pedro,
para o santo vamos gritar,
acender uma fogueira,
e o pau de sebo escalar.

Tem forró e tem baião,
tem xote e tem xaxado,
quermesse e tem quentão,
batata e milho assado.

Espera moça bonita,
o correio elegante chegar,
já tens um pretendente,
que está a te paquerar.

Esta é uma tradição, 
do nordestino arretado,
comemorar com paixão,
dançar forró arrochado!

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Mãe és Fina Flor - Riselda Morais



Mãe te amo porque és...
És a fonte da vida,
e a flor mais linda,
que Deus já criou!
O mais belo canto,
e o maior encanto,
do mais puro amor!

Mãe te amo porque és...
A luz mais divina,
e a matéria prima,
fúlgido, esplendor!
É admirável a beleza,
e magnífica a pureza,
desse teu amor!

Mãe! Grande ensinamento,
é este sentimento,
que Deus te confiou;
e com fidelidade,
doas com felicidade,
o verdadeiro amor!

Mãe te amo porque és...
És pura emoção,
és toda coração,
Mãe és fina flor!
És a generosidade,
a grandeza e bondade,
que emana o amor!

Mãe, a fina flor!
Do campo ou da cidade,
com qualquer idade,
tem grande valor!
É estrela brilhante,
que a todo instante,
exala o amor !

Mãe te amo porque és...
Mãe todos os dias,
e todos os dias, 
vou te falar de amor!
Não tens um só dia, 
e minha alegria, 
é ter teu amor!

quinta-feira, 24 de março de 2016

Páscoa - Poetisa Riselda Morais


Páscoa significa a passagem
dos Judeus no Mar Vermelho
marcando o fim da escravidão
e dando início a libertação

E de Jesus a ressurreição
o vir da morte, para a vida
três dias após a crucificação
sua presença é percebida

A passagem de Deus entre nós
e a nossa passagem para Deus
para que nunca estejamos sós
Ele sempre está com os seus

É a festa da Celebração
da Paixão de Jesus Cristo
que nos traz a salvação
através do sacrifício

O pão e o vinho, a aliança
corpo e sangue, a comunhão
entregues durante a ceia
para os pecados, o perdão

Sacramento de piedade
também sinal de unidade
por onde a alma acumula
o penhor de glória futura

E o cordeiro imolado
que é o próprio Jesus
quando foi sacrificado
e morreu preso na cruz

Cristo ressurgiu da morte
dos povos Ele é a luz
Deus é o princípio e o fim
caminho que nos conduz

O ovo traz boa sorte
é da vida a renovação
a vitória sobre a morte
e o fim da escuridão

O coelho simboliza
a Igreja a propagar
a palavra ao povo
a missão de fecundar

Vinde, oh, Espírito Santo
a branca pomba da paz
os sinos tocam festivos
bendizem os dons que traz!

segunda-feira, 7 de março de 2016

Mulher! Poetisa Riselda Morais



Dizem-te sexo frágil
Frágil? Não.
És uma guerreira!
Forte, esperta, ágil
Decidida, inteligente, companheira!

És uma, em mil maneiras
A irmã, a filha, a mãe,
a mulher transparente
a amante, a amiga,
a mulher que surpreende!

Pode ser trilhas... 
ou caminho de repente
Que de dedicação, 
cuidados e anseios
tudo entende

Despertas desejos,
respeito, amor...
Mas também a inveja,
a ira, o rancor!
Podes aflorar em faces
mil sentimentos
Quando sedutora
em todos os momentos

Que te digam o contrário,
que não admitam
Que te fazem musa,
que por vós cogitam
Mas é por ti o sorriso,
O choro, o canto
Quando dona da paixão,
Do sonho, do encanto!


FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

SÃO PAULO - Poetisa Riselda Morais



São Paulo terra das cores
Do frio que inspira amores
Rainha da alegria
Princesa da poesia
Dama dos esplendores!

Terra de muita riqueza
Tem cultura, tem poder,
Tem muita gente bonita
Para jus a ti fazer,
Tem glamour e elegância,
Tem velhice e tem infância,
Tem bem e mal viver

Tem também muita pobreza
Refletida em cada esquina
Onde a dor e a tristeza
É quem fala e domina
Descaso e corrupção
Tem gritos pega ladrão
Tem gangues e tem chacina

Contrastando com a beleza
Tem lixo, tem impureza
Tem medo e insegurança
Tem também a esperança
De controlar a violência
Devolvendo a decência
Na vida do cidadão

É uma cosmopolita
Que abraça o mundo inteiro
Tem sucesso, tem dinheiro;
Recebe todas as raças
A região metropolitana
E o maior centro comercial
Tem belos prédios, belas praças
E tem noites sem igual;
Esta cidade não pára
Aos astros ela se compara
É linda e fundamental

Cidade desenvolvida
Imensa e tão querida
Por toda a população
Teu abraço é generoso
O teu povo é corajoso
Solidário e tem ação!

És a terra da garoa,
Mas te comparo a uma pessoa,
Que tem grande coração.
Fizeram-te colorida,
para transformar a vida,
com trabalho e educação
Esta grandiosidade
É típico de uma cidade
Que é Brasil,
É uma nação!

Com bela arquitetura
onde o povo se mistura,
com valor e igualdade
com charme e simplicidade
abraçam seus ideais,
praticam a solidariedade
ajudando a cidade,
com seriedade, boa vontade.
e riquezas culturais!

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ano Novo - Poetisa Riselda Morais (Grinalda de Trovas)



Bem-vindo seja o ano novo,
o velho ficou para trás;
vem alegrar todo o povo,
em um instante fugaz.
Em um instante fugaz,
os fogos anunciaram;
as mãos se entrelaçaram,
em um tilintar de taças.
Em um tilintar de taças,
desejando paz e amor;
brindando o ano novo,
sem distinguir raça e cor.
Sem distinguir raça e cor,
pois todos somos iguais;
sem preconceito ou rancor,
amizade é bom demais.
Amizade é bom demais,
e devemos preservar;
deixar amigos jamais,
vamos a todos abraçar.
Vamos a todos abraçar,
com prazer e alegria;
aguardando o novo dia,
um novo recomeçar.
Um novo recomeçar,
uma nova caminhada;
na qual vamos superar,
o obstáculo da estrada.
O obstáculo da estrada,
mas com fé e esperança;
e concluir a jornada,
com alegria e segurança.
Com alegria e segurança,
saudáveis e produtivos;
em paz e harmoniosos,
serenos e construtivos.
Serenos e construtivos,
sábios e benevolentes;
mais amáveis e positivos,
mais felizes, mais contentes.
Mais felizes, mais contentes,
temos um mundo mais bonito
tão melhor que é surpreendente
guardado pelo poder infinito.
Guardado pelo poder infinito
e guiado pela mão do criador
teremos um mundo bendito
Pois Deus é Paz e é amor!

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Respira São Paulo
Poetisa Riselda Morais
Riselda Morais
Meu amigo morador
com licença, vou falar
a cidade sente dor
deixe-a respirar!
A poluição é grande
é ruim a qualidade do ar
ela está na U.T.I
mas pode melhorar!
Para ela sobreviver
você pode ajudar
a pureza e a natureza
passe a valorizar!
Largue a cultura do concreto
comece a limpar o ar
deixe de poluir
uma árvore vá plantar!
Se tem espaço na calçada
faça um buraco lá
coloque a planta que preferir
agora basta adubar!
A terra vá conferir
não se esqueça de regar
sua árvore vai crescer
sua rua bonita ficar!
Os pássaros vão agradecer
para você irão cantar
e poderemos viver
felizes por respirar!

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Razão de Ser - Riselda Morais

Me aceite como eu sou, não queira que eu mude só para te agradar;
Não sou argila para você moldar e nem computador para você programar;
Ou me amas como sou, ou nunca irás me amar!

Você nunca está feliz com nada, quer mudar tudo e quando consegue quer fazer diferente;
não sou um brinquedo e nem passa tempo... 

Sou uma mulher, 
que sabe o que quer,
 gosta do que é, 
e não vai mudar 
só para te agradar!

Não queira que os peixes vivam sobre a terra e nem as aves sobre o mar;
Não tente fazer o vento soprar para o norte, se ele já vem de lá!
Eu posso até entender, mão não posso concordar;
Aceite a razão do ser ou nunca aprenderá a amar!

Gosto - Riselda Morais

Gosto de me divertir
 mas também de trabalhar
Gosto de boa companhia
 mas não gosto de multidão
 Gosto de viver o amor
 mas evito a paixão!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Ano Novo (Grinalda de Trovas) - Poetisa Riselda Morais

Bem-vindo seja o ano novo,
o velho ficou para trás;
vem alegrar todo o povo,
em um instante fugaz.

Em um instante fugaz,
os fogos anunciaram;
as mãos se entrelaçaram,
em um tilintar de taças.

Em um tilintar de taças,
desejando paz e amor;
brindando o ano novo,
sem distinguir raça e cor.

Sem distinguir raça e cor,
pois todos somos iguais;
sem preconceito ou rancor,
amizade é bom demais.

Amizade é bom demais,
e devemos preservar;
deixar amigos jamais,
vamos a todos abraçar.

Vamos a todos abraçar,
com prazer e alegria;
aguardando o novo dia,
um novo recomeçar.

Um novo recomeçar,
uma nova caminhada;
na qual vamos superar,
o obstáculo da estrada.

O obstáculo da estrada,
mas com fé e esperança;
e concluir a jornada,
com alegria e segurança.

Com alegria e segurança,
saudáveis e produtivos;
em paz e harmoniosos,
serenos e construtivos.

Serenos e construtivos,
sábios e benevolentes;
mais amáveis e positivos,
mais felizes, mais contentes.

Mais felizes, mais contentes,
temos um mundo mais bonito
tão melhor que é surpreendente
guardado pelo poder infinito.

Guardado pelo poder infinito
e guiado pela mão do criador
teremos um mundo bendito
Pois Deus é Paz e é amor!)

RISELDA MORAIS (Grinalda de Trovas) escrita por Wilson de Oliveira Jasa

Riselda Morais chegou,
para mostrar seu talento;
lindos versos publicou,
no seu Jornal do Momento.

No seu Jornal do Momento,
vejo a grande Jornalista;
com seu charme e encantamento,
mostrando seus dons de artista.

Mostrando seus dons de artista,
nas páginas do Jornal;
de forma simples, realista,
em São Paulo – Capital.

Em São Paulo – Capital,
berço de grandes Poetas;
e da cultura em geral,
pois todos têm suas metas.

Pois todos têm suas metas,
e sempre as devem buscar;
e com mensagens seletas,
devemos Paz divulgar.

Devemos Paz divulgar,
em lindos Versos de Amor;
e assim ao mundo deixar,
um exemplo de valor.

Um exemplo de valor,
vamos deixar nesta vida;
para que tenha o explendor,
de primavera florida.

De primavera florida,
do interior de nosso ser;
com mensagem colorida,
do mais belo alvorecer.

Do mais belo alvorecer,
do seu sorriso envolvente;
que faz versos florescer,
agradando a toda gente.

Agradando a toda gente,
nos Versos que já mostrou;
foi germinada a semente,
Riselda Morais chegou!

(Wilson de Oliveira Jasa) (10-12-2013)
 (Príncipe dos Poetas Paulistanos)

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Presente de Natal

Presente de Natal
Poetisa Riselda Morais
Riselda Morais

Quero neste Natal
te ver mais do que contente
por isto te ofereço
um presente diferente

Ele vale mais que ouro
vale mais do que dinheiro
será seu maior tesouro
é presente verdadeiro

Há muito está guardado
agora vou entregar
que seja de seu agrado
mesmo sem poder tocar

Do silencio do coração
embrulhado em vermelho
sai em forma de canção
para ser o seu espelho

Primeiro receba a saúde
junto com a prosperidade
agora entrego o amor
junto com a felicidade

Também aceite o carinho
junto com a amizade
para nunca estar sozinho
pois dura uma eternidade

E junto com a esperança
uma nova realidade
é o tempo de bonança
porém com simplicidade

Também está a confiança
para toda e qualquer idade
formando uma aliança
entre ética e moralidade

Eis que chega o sucesso
junto com a liberdade
aproveito e me despeço
sem te deixar a saudade

Agora te dou a paz
disfarçada de abraço
pois a vida é capaz
de fazer da calma traço

Hoje a vida traz a luz
de um poder infinito
daquele que nos conduz
para um mundo mais bonito!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Enamorados - Riselda Morais

O pulsar forte do coração
sintomas ardentes da paixão
revelando os enamorados
os pares agora encontrados

A loucura do desejo ardente
vontade de estar junto que se sente
O olhar com um que de apaixonado
O toque suave, leve e delicado

A beleza encontrada no carinho
Os risos que brotam com alegria
A felicidade que logo contagia
As palavras pronunciadas baixinho

O calor e aconchego de um ninho
A saudade quando se está sozinho
O respeito que logo vai surgindo
e o amor que sem avisar está vindo

A magia que torna tudo lindo
O olhar que brilha como o sol
Os atos que parecem desatino
Os corpos se unem como um só

O contentamento sentido no peito
cheiros, sensações e pensamentos
dizem que esse amor já foi aceito
e tem que ser vivido, são momentos

Mas para que falar de sentimento
ou se enganar que o amor é eterno
o que importa é que seja  intenso
e o prazer venha com gemido terno

Enamorar é muito mais que querer ver
é guardar este momento na lembrança
mas sem ter que manter a esperança
de um amor infinito estar a viver

É se entregar sem ter medo de sofrer
e que o amor te toque como o vento
que logo pode ter um contratempo
e a tempestade logo irá se fazer

É simplesmente não ter medo de sentir
e deixar que apareça em seu rosto
o que você está vivendo tem o gosto
e o sabor de um amor e do prazer

Sabendo que o ser amado
que agora está bem ao teu lado
seguirá seu caminho sossegado
sem te fazer chorar e nem sofrer!


Poesias Registradas:  Todos os direitos reservados a poetisa e autora Riselda Morais, permitida a reprodução desde que citado o nome da autora.

quinta-feira, 14 de março de 2013

DIA NACIONAL DA POESIA - 14 DE MARÇO


Parabéns a todos os poetas e poetisas que mantêm esta, que é UMA DAS SETE ARTES, viva.
Poesia quer dizer duas coisas,: A arte, que a ensina, e a obra feita com a arte; a arte é a poesia, a obra poema, o poeta o artífice.

O Poeta Sonhador - Poetisa Riselda Morais

O poeta brasileiro
É romântico
É sonhador!
Quer levar ao mundo inteiro
Felicidade
Esperança
E amor!
Seu amor é grandioso
Quer a paz por companheira
Seu mundo maravilhoso
Faz do nada uma brincadeira

Uma brincadeira séria
Transformada em poesia
Vendo através da miséria
A bondade e a alegria

Sente dor e solidão
Vê nos olhos a luz da alma
Enxerga com o coração
Com silencio e muita calma

Escreve com a sensibilidade
De quem vê além da vida
Transforma sua saudade
Na lembrança mais querida

Suas paixões,
Seus sentimentos
Transparecem no olhar
Sinceridade e pensamentos
São expostos ao falar
Poetisas e Poetas
Continuem a cultivar
Belas rosas nas florestas
Por onde muitos vão passar
Passar,
trilhar,
caminhar!
No caminho ler teus Versos
Conhecer-te, Admirar-te
Em sentidos tão diversos!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Páscoa - Por: Riselda Morais


Páscoa significa a passagem
dos Judeus no Mar Vermelho
marcando o fim da escravidão
e dando início a libertação 

E de Jesus a ressurreição
o vir da morte, para a vida
três dias após a crucificação
sua presença é percebida

A passagem de Deus entre nós
e a nossa passagem para Deus
para que nunca estejamos sós
Ele sempre está com os seus

É a festa da Celebração
da Paixão de Jesus Cristo
que nos traz a salvação
através do sacrifício

O pão e o vinho, a aliança
corpo e sangue, a comunhão
entregues durante a ceia
para os pecados, o perdão

Sacramento de piedade
também sinal de unidade
por onde a alma acumula
o penhor de glória futura

E o cordeiro imolado
que é o próprio Jesus
quando foi sacrificado
e morreu preso na cruz

Cristo ressurgiu da morte
dos povos Ele é a luz
Deus é o princípio e o fim
caminho que nos conduz

O ovo traz boa sorte
é da vida a renovação
a vitória sobre a morte
e o fim da escuridão

O coelho simboliza
a Igreja a propagar
a palavra ao povo
a missão de fecundar

Vinde, oh, Espírito Santo
a branca pomba da paz
os sinos tocam festivos
bendizem os dons que traz!

Poesias Registradas:  Todos os direitos reservados a poetisa e autora Riselda Morais. Permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Presente de Natal - Poetisa Riselda Morais

Quero neste Natal
te ver mais do que contente
por isto te ofereço
um presente diferente

Ele vale mais que ouro
vale mais do que dinheiro
será seu maior tesouro
é presente verdadeiro

Há muito está guardado
agora vou entregar
que seja de seu agrado
mesmo sem poder tocar

Do silencio do coração
embrulhado em vermelho
sai em forma de canção
para ser o seu espelho

Primeiro receba a saúde
junto com a prosperidade
agora entrego o amor
junto com a felicidade

Também aceite o carinho
junto com a amizade
para nunca estar sozinho
pois dura uma eternidade

E junto com a esperança
uma nova realidade
é o tempo de bonança
porém com simplicidade

Também está a confiança
para toda e qualquer idade
formando uma aliança
entre ética e moralidade

Eis que chega o sucesso
junto com a liberdade
aproveito e me despeço
sem te deixar a saudade

Agora te dou a paz
disfarçada de abraço
pois a vida é capaz
de fazer da calma traço

Hoje a vida traz a luz
de um poder infinito
daquele que nos conduz
para um mundo mais bonito!


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Ciúme - Riselda Morais


O ciúme
é filho
da insegurança
e do medo;
sobrinho da desconfiança;
irmão do sentimento de posse,
da desarmonia,
da discórdia,
da desunião;
pai
da violência,
da dor
e da separação!

A Distancia - Riselda Morais


Se meu coração te chama, 
claro que você não vem
Não ouve mais quem te ama, 
só faz o que te convém
Vou fugindo desse jeito, 
se te guardo em meu peito
Não posso te ter meu bem

Entre nós, 
a distancia a nos separar
no entanto incapaz, 
não foi capaz de acabar
com esse sentimento, 
que não envelheceu
ao contrário de você e eu, 
mas fortaleceu a tudo que é lembrado
 com alegria e sem dor 
e meu pensamento ... 
a te procurar, 
a viajar no tempo, 
a te encontrar, 
a te amar!.

Pai e Filho - Riselda Morais


“O Pai (Deus) criou o mundo que o filho 
(Jesus) morreu para salvar. 
 Desejo que juntos,  
Pai e Filho proteja e ilumine a todos nós, 
fazendo-nos melhores consigo mesmo  
e com o próximo”.

Despedida - Riselda Morais


As vezes precisamos afastar de nós tudo que nos tira a paz, quer sejam coisas, lugares ou pessoas, momentos ou situações, não importa, não devemos manter no presente e nem levar para o futuro aquilo que não nos faz bem ou que faz doer. Sempre chega a hora de nos despedirmos de algumas coisas, as vezes só com o olhar e muitas vezes dizendo adeus em silêncio.

Agradeço - Riselda Morais


Na vida, temos momentos de alegrias mas também os de tristezas;
Temos sonhos, fantasias, mas também muitas certezas;
Os momentos vividos ontem já não se repetem hoje
por isso agradeço a todo o amanhecer por ser
uma nova oportunidade de viver novos momentos,
novas histórias e escrever novas poesias
Tenho momentos de emoção, outros são decepção
mas o lamento é um tormento por isso deixo para lá
peço a Deus para mostrar-me o rumo certo para seguir o melhor caminho e agradeço pela saúde e capacidade de trabalhar até agora mas logo, to fora para um merecido descanso!

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Simplicidade - De: Riselda Morais




Viver com simplicidade
se manter alegremente
pois a multiplicidade
complica o que se sente

Se a tudo quero ter
vou em muitas direções
tenho pressa de viver
liberdade e sensações

O muito não faz feliz
é caminho sem descanso
tenho tudo que eu quis
e de querer não me canso

Pois o ponto de chegada
é também o de partida
e o ponto de encontro
é também de despedida

Porem se meu coração
busca uma coisa só
vou em única direção
sabendo o que é melhor

Mantendo minhas certezas
convivendo em harmonia
podendo fazer gentilezas
conservando muita alegria

A vida é o que é
aprecio o momento
sem tristezas ou dores
ansiedade ou lamento

Feliz com o que sou
grata pelo que tenho
pois o ontem já passou
o que aprendi mantenho

Não trago o peso do ontem
nem a ansiedade do amanhã
tristezas que não me contem
pois da felicidade sou uma fã

Sigo com a leveza
de um simples existir
agindo com a destreza
de quem sabe onde ir

Quisera eu conseguir
ser simples como uma flor
que com água, sol e ar
dá ao mundo cheiro e cor!

Todos os direitos reservados a Riselda Morais, permitida reprodução desde que citado o nome da poetisa.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Os beijos que não te dei - Por: Riselda Morais

É fim de tarde, em plena primavera
nem sei quando, numa das esferas
atrás no tempo, há algumas eras
teu olhar, ao meu, veio encontrar

Quase sorri, senti-me atrevida
o melhor beijo começa no olhar
sinal de quem está a procurar
alguém para partilhar a vida

Um conflito de emoções sentidas
reações tímidas logo foram lidas
por quem está atento a observar
deixando-me ao vento e sem ar

Caminho entre as flores, bem devagar
divertindo-me com galhos que se tocam,
que se abaixam, se elevam e se roçam
com a natureza que brinca sem parar

Logo me atento a um leve caminhar
percebo-me acompanhada de alguém
e meio cínica, com ares de desdém
finjo que nem vou me importar

Até que sua mão estende-se a oferecer
a flor mais bela que se pode encontrar
parei, emudecida, sem saber o que dizer
emocionada, com o coração forte a pulsar

Foi o melhor entre os presentes caros
o mais feliz entre os momentos raros
tão especial, que não esqueci ainda
da flor, que do campo, era a mais linda

E o despertar do mais lindo sentimento
veio marcar uma era, um momento
viajando entre sonhos para me levar
a nesta vida, em meu hoje, te lembrar

E acordar com a dor de viver sem
sua presença ou voltar a caminhar
por entre as flores, que todo ano vem
com seu cheiro e suas cores encantar

Ai viajo pelos caminhos da alma
entre os sonhos e a lembrança
entre a vida e a mente calma
e vejo, de outra vida, és herança

Dentro de uma vida, vejo tudo que vivi
revivendo coisas que jamais senti
e sentindo o que já não me pertence

Eu te quis tanto e nunca te toquei
vejo que entre os beijos que jamais te dei
estão os versos mais lindos que escrevi

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Renascimento - Por: Riselda Morais

Advinda, sabe Deus de onde
Saí do  ventre materno para a luz
com segredos que o bebê esconde
entro na vida protegida por Jesus

Comigo trouxe muita  inocência
um destino, mas nenhuma cruz
o viver com  a arte da paciência
a segurar a mão que me conduz

No instante que se deu o nascimento
e um anjo envolveu-me em abraços 
esquecendo a dor e o sofrimento
senti-me protegida em seus braços

Recebi junto com o renascimento
um conjunto de fortes emoções
que acrescidas do sentimento
provocam diferentes sensações

Logo comecei a  crescer
o mundo comecei a descobrir
e com o sol a cada amanhecer
infinitas possibilidades vi surgir

Cada dia uma nova oportunidade
de recomeçar, fazer tudo de novo
crescer, indo muito além da idade
fazendo do que é velho, algo novo

Assim, me recrio, reinvento
sonho, realizo, me contento
sigo em frente  e reaprendo
suave como a brisa do vento

As vezes viro uma tempestade
de angustias, tristezas, saudade
mas a dor traz-me a humildade
de transcender o saber da vida

E sob a luz de minha consciência
revejo meus limites, meus defeitos
me aceito, sei que minha existência
não é feita só de momentos perfeitos

E assim, buscando a mim mesma
me encontrando em alguns lugares
em minha eterna ânsia de existir
faço da chegada e da partida, pares

A vida é o simples movimento do ser, 
existente entre o tempo e o espaço
o segredo do viver além do existir
a certeza do morrer desde que nasço

São três fatos que resumem a vida
o nascimento, que é a luz do chegar
o viver, é a caminhada percorrida
e a morte que é da alma o libertar!

terça-feira, 17 de abril de 2012

O Vôo da Águia - Por Riselda Morais


Como a águia, vou
voando bem alto,
quem voa rasteiro
fica no asfalto

Nunca me contento
com onde cheguei
quero ir além
de onde alcancei

Quem voa em círculo
não sai do lugar
vôo em linha reta
cortando o ar

Como um projétil
a se movimentar
nessa velocidade
ela pode voar

Naquilo que busco
sou determinada
sempre vou além
da altura alcançada

Os olhos de águia
me permitem fitar
aquilo que eu  quero
e vou acertar

E lá das alturas
como rainha do ar
certeira mergulha
onde determinar

Se quer uma presa
ela vai buscar
caça sem surpresa
não há como errar

Em alto penhasco
a águia vai montar
um ninho de espinho
mas ela vai forrar

Com algo macio
para não incomodar
aos seu filhotes
enquanto lá morar

E como a águia
é mãe exemplar
nenhum predador
deixa se aproximar

Até o dia em que ela,
sem hesitar,
pega o filhote no bico
e o solta no ar

Mas se o filhote
não consegue voar
ela o toma nas asas
e dele volta a cuidar

Como filhote descobri
que podia voar,
deixei minha casa
fui para outro lugar

E quando estava
a me acostumar
tive que sair
me readaptar

Quando problemas
tenho que enfrentar
todas minhas forças
tenho que redobrar

E quando a tempestade
tenho que superar,
vôo de frente, sem vacilar
até a bonança, eu encontrar

Em vôo solitário
porém altaneiro
a águia se isola
no despenhadeiro

Eis que começa
a auto flagelação
e entra em processo
de auto-renovação

Em tudo que faço,
em meu  dia-a-dia
tal como a águia
se renovaria

Durante meus vôos,
em pensamentos
e fantasia, eis o poder
que me elevaria

E tal como a águia
esperta e precisa
eu me renovo
me mantenho viva!